A crise do país tomou conta das cabeças mais inteligentes do Brasil

Marco AurelioO ministro do STF Marco Aurélio, por decisão monocrática, interferiu no Poder Legislativo, sem se ater à separação dos poderes, norma determinada pela Constituição Federal. Determinou que o presidente da Câmara dos Deputados Federais aceitasse o pedido de impeachment contra o vice-presidente da República, Michel Temer.

Que gerou um comentário de Nêumanne no Roda Viva:

Em decorrência dessa atitude do Ministro do Supremo Tribunal Federal, o Movimento Brasil Livre (MBL) vai protocolar pedido, no Senado, de abertura de impeachment contra o ministro  Marco Aurélio Mello do STF nesta quarta-feira (6), segundo o jornal ‘Folha de S. Paulo’.

O pedido é uma resposta à decisão do ministro, de que o presidente da Câmara Eduardo Cunha dê seguimento a pedido de impeachment contra o vice-presidente da República Michel Temer.

Eles acreditam que o ministro ‘passou por cima da separação dos Poderes’, atuou de forma “desidiosa” (desleixada) com a medida e usam como base o artigo 39, da Lei 1.079 de 1950, que determina os crimes de responsabilidade dos ministros do STF.

Rubens Nunes, advogado e coordenador nacional do MBL, vai a Brasília hoje para cuidar pessoalmente do caso.

“Eu não acho preocupante existir um processo de impeachment contra o vice-presidente Michel Temer, uma vez que ele siga os trâmites legais”, disse Nunes.

“O que nós não achamos normal é o STF intervindo na Câmara, a função do STF é julgar e da Câmara, legislar”, completou o jurista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s